Recuperação de fachadas: beleza e segurança para prédios

5 de abril de 2018 by in category News with 0 and 0

Qualquer área exterior de construções, principalmente os prédios, fica exposta ao tempo, o que causa desgaste nos revestimentos feitos com tinta ou com textura. Esse problema é constante, mesmo quando são usados materiais de alta qualidade, pois é um desgaste natural causado pelo sol, chuva, vento, poluição e variações de temperatura. Sendo um problema constante, a saída é fazer a recuperação de fechadas periodicamente, para assim manter a segurança e a valorização do imóvel.

Um prazo médio para ser feita a recuperação de fachada é a cada cinco anos, que é um período ótimo para se manter a conservação da fachada, tanto no aspecto visual quanto de segurança. Mas devido ao local onde o prédio está localizado, o desgaste pode ser mais rápido, causado pelo excesso dos agentes naturais citados acima, ou mesmo de outros, como chuva ácida causada pela poluição em áreas industriais ou maresia em cidades litorâneas, o que exige que a recuperação seja feita em um intervalo menor de tempo, como por exemplo a cada dois ou três anos.

Os maiores problema de uma fachada desgastada ficam por conta da parte visual, onde o revestimento perde a beleza da cor original, além de com o tempo surgir rachaduras, bolhas, descolamento, manchas, etc. E aqui também surge o maior problema, que diz respeito à segurança, pois uma parte do revestimento, quando muito antigo ou que sofreu com a ação do tempo, pode se desgrudar e atingir alguém quando cair da parede. A situação se torna ainda pior quando o revestimento é feito com peças, tais como azulejos ou pastilhas, pois se descolarem, causam um estrago feio.

Antes de se partir diretamente para a recuperação da fachada, é preciso que um profissional experiente e capacitado avalie toda a situação para dar um parecer técnico. Ele pode encontrar as melhores soluções para que o serviço final fique satisfatório e tenha longa duração. Durante a avaliação, é preciso verificar primeiro se não há outros problemas a serem corrigidos, como infiltração, reboco mal feito ou com material de baixa qualidade, por exemplo, para garantir que depois de feita a recuperação, o revestimento tenha durabilidade. O profissional também vai avaliar o melhor tipo de revestimento a ser utilizado, de acordo com cada caso. Essa avaliação garante o resultado tanto estético como de segurança.

Em geral, a recuperação de fachadas, como o próprio nome diz, é uma reforma que mantém o aspecto original, sem serem feitas grandes mudanças que alteram o visual decorativo, além de ser feita a manutenção da estrutura, o que garante a segurança. A presença de um arquiteto é necessária, pois ele é o profissional que vai avaliar o projeto de recuperação e criar as formas de trabalho. E nos casos em que se decida pela mudança de visual, o arquiteto fará um novo projeto arquitetônico. Em ambos os casos, é o arquiteto quem fica responsável pela execução, cuidando dos detalhes técnicos e da equipe que vai executar a obra, desde seu início onde é feita a avaliação geral para a criação do projeto, passando pelas etapas de execução, até a entrega final.

Adicionar comentário

©2015 ~ Todos direitos reservados ~ BRASCOR TEXTURA ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação - Termos de uso | Política de privacidade