Como adaptar uma casa para ter cuidados com idosos

22 de março de 2018 by in category Sem categoria with 0 and 0

Quando uma pessoa chega a uma idade avançada, o corpo pode já não responder como antes, o que gera uma necessidade de alguns cuidados com idosos. E esses cuidados podem, e devem, começar com a segurança do idoso em suas casas, com adaptações que criem ambientes mais seguros e mais acolhedores.

Hoje no Brasil mais de 20 milhões de pessoas (11%) da população são idosos, e dessa quantidade, pelo menos 6 milhões sofrem algum acidente em casa. Ou seja, é preciso fazer as adaptações necessárias, para melhorar a qualidade de vida, evitar acidentes e proporcionar mais conforto aos idosos.

Nestas adaptações, pense sempre que a casa deve ser adaptada ao idoso, e não ao contrário! Os dois cômodos que precisam das maiores adaptações são a cozinha, banheiro e lavanderia, por serem áreas úmidas, que propiciam quedas e escorregões. Também é muito importante que você procure um especialista para fazer as adaptações do jeito certo. E aqui neste artigo marcamos alguns itens necessários.

 

Portas

Todas as portas devem ter, no mínimo, 80cm de largura, para permitir a passagem de cadeiras de roda ou andadores. As maçanetas devem ser do tipo alavanca, para facilitar a abertura e fechamento das portas. E para prender as portas abertas, prefira os prendedores que ficam entre a porta e o piso, pois os pesos tradicionais podem causar tropeços e quedas.

 

Pisos

Em geral, os pisos devem ser de cor clara, pois assim facilita para ver se tem alguma coisa no chão, de material antiderrapante, e sempre livre de objetos que possam ocasionar tropeços e quedas. Em áreas externas, banheiros, cozinhas, lavanderias, e outras áreas que sofram com umidade, é importante verificar se o piso não está escorregadio por causa de limo. Em áreas externas, sempre bom ter uma cobertura.

Não deixe tapetes no chão, pois eles são uns dos principais causadores de quedas. Mas se for inevitável, use cores que sejam contrastantes com a cor do piso, prefira os tapetes do tipo com cerdas curtas e fixe-os com fita dupla face no chão.

 

Escadas e corredores

Nestas duas situações é importante instalar corrimões dos dois lados. Prefira os que possuem superfície antiderrapante, pois assim dá mais segurança para um idoso segurar sem que suas mãos escorreguem.

 

Iluminação

Em qualquer área da casa, a iluminação deve ser bem intensa, pois facilita para o idoso ver bem os objetos, móveis e outros, além de não cansar as vistas. É também interessante o sistema paralelo nos interruptores, assim o idoso pode acender a luz logo que entrar em um cômodo, e apagar na parede oposta, quando for sair do cômodo. O sistema paralelo evita que o idoso atravesse áreas e cômodos no escuro.

 

Adaptação de alturas

Idosos podem sofrer de algumas implicações que impeçam de alcançar locais altos, como estantes, prateleiras, varais e outros. Por isso é importante fazer adaptações nas alturas, seja com a troca de mobiliário ou colocando os objetos em, digamos, prateleiras mais baixas em armários e guarda-roupas. Além disso é também importante não deixar objetos no fundo de armários, pois dificulta o alcance.

 

Banheiros

Aqui as adaptações são as mais importantes. Use paredes e pisos com revestimento antiderrapante, iluminação forte, barras de apoio principalmente no local de banho e nos vasos sanitários. Uma boa ideia é deixar um banquinho plástico no box, para que o idoso possa tomar banho sentado, o que evita quedas e pode ser muito confortável. A altura dos produtos de higiene pessoal, como shampoos e sabonetes, também é importante. E o ideal é que o degrau do box não tenha mais que 1,5cm de altura. Se for maior, o certo mesmo é fazer uma pequena rampa com material antiderrapante. Não use cortinas no box, pois elas podem se enroscar no idoso e causar uma queda. Mantenha o ralo do box sempre limpo, para evitar acumulo de água no chão.

Os vasos podem também precisar de adaptação de altura, com modelos que se adequam às necessidades do idoso. No caso das lixeiras, é preferível um modelo com acionamento da tampa pelo pé, ou com tampa fácil de ser retirada, e posta em um local onde não atrapalhe a passagem.

Também é uma boa dica de segurança que o idoso não tranque a porta do banheiro, pois em caso de acidente ou mal súbito, fica mais rápido prestar o socorro.

Quartos

Nos quartos deve-se valorizar a circulação livre, sem obstáculos no caminho, e principalmente ter muito espaço entre a cama e a parede ou móveis. Do lado da cama é importante ter barras de apoio para auxiliar o idoso a se sentar ou levantar. A altura da cama deve ser de modo que a pessoa, quando sentada, consiga encostar os pés inteiros no chão, com as pernas formando um ângulo de 90o.

É bom manter uma mesinha ao lado da cama, também conhecida como criado-mudo. O importante neste caso é que ela tenha a mesma altura da cama e seja de material bem firme, para que o idoso possa usar como apoio. E também é bom ter um abajur nessa mesinha, pois caso o idoso precise se levantar à noite, terá uma fonte de luz para caminhar.

Outra atitude importante é deixar os calçados fora do caminho, para evitar tropeço, mas manter sempre algum no alcance para quando o idoso se levantar e não ter que caminhar descalço.

 

Salas

Assim como nos outros cômodos, procure não ter tapetes, mas caso seja necessário, use os de cerdas curtas e prenda-os no chão com fita dupla face.

Procure deixar controles remotos e outros objetos de uso constantes sempre à mão, para evitar procuras cansativas e que podem causar quedas.

Os fios e cabos de aparelhos como televisão, computador e outros não devem ficar expostos, principalmente no chão, para evitar tropeços. O ideal é fixa-los atrás ou debaixo de seus suportes, com fita adesiva.

Os sofás devem ter a mesma altura da cama, ou seja, que o idoso possa apoiar os pés inteiros no chão quando sentados, e com as pernas formando o ângulo de 90o.

 

Cozinhas

Aqui também valem as dicas dos outros cômodos, mas com alguns pontos específicos. Como alguns idosos podem se esquecer de coisas com certa facilidade, instale um sensor de vazamento de gás, para evitar intoxicação e incêndios. Na geladeira, prefira usar as prateleiras mais baixas para guardas os alimentos.

Prefira facas sem ponta, para evitar acidentes, e guarde-as sempre com as pontas para baixo. A mesa e cadeiras devem ser colocadas em uma posição e local que facilitem a livre circulação e de modo que o idoso possa se sentar com facilidade. No caso da mesa, que pode ser usada como apoio para se levantar ou sentar, é importante que ela sustente o peso e não tombe. O tampo também deve ser de madeira outro material resistente, evitando o vidro.

Adicionar comentário

©2015 ~ Todos direitos reservados ~ BRASCOR TEXTURA ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação - Termos de uso | Política de privacidade